Hérnia de Disco Lombar

Introdução - Hérnia de disco

As hérnias de disco são problemas que ocorrem no disco intervertebral, que é uma espécie de amortecedor entre os ossos da coluna (vértebras). Estes discos intervertebrais são formados por uma parte externa mais fibrosa (chamada de ânulo fibroso) e uma parte interna mais amolecida (núcleo pulposo). Com o passar dos anos, a depender da carga genética e de fatores ambientais (tabagismo e atividades), pode acontecer uma fissura no ânulo fibroso e o conteúdo do núcleo pulposo, que é mais amolecido, "herniar" para dentro do canal vertebral. Este volume da hérnia de disco dentro do canal vertebral (local onde estão as raízes nervosas e a depender do nível da coluna, a medula) pode causar sérios problemas.

Na figura acima, vemos uma ressonancia magnética demonstrando uma hérnia de disco L5-S1, com compressão da raíz neural de S1 a direita.

Quais os sintomas das hérnias de disco lombar?

As hérnias de disco podem ocasionar diversos sintomas, dependendo da região que estão localizadas e além disso, se comprimem (pressionam) alguma raíz neural ou mesmo a medula. Podemos dividir os sintomas da seguinte forma:

- Dor lombar axial: A chamada dor nas costas, que é se caracteriza por dor na região lombar. Esta dor ocorre por que os discos são inervados, e desta forma, "sentem dor". Quando ocorre uma fissura no ânulo fibroso, ou mesmo a hérnia de disco propriamente dita, as terminações nervosas livres destas regiões são sensibilizadas e desta forma o paciente em questão percebe aquele incômodo. Trata-se de uma dor vaga, difusa, de difícil localização. 

- Dor ciática (ciática ou ciatalgia): Quando aquela hérnia de disco comprime (espreme) uma raíz nervosa, muitas vezes o paciente passa a apresentar uma dor que irradia (que escorre) para a coxa e para a perna, muitas vezes chegando até o pé. Esta dor é muito intensa, e muitas vezes é precedida por uma dor lombar axial intensa. O caso mais comum é um paciente com uma dor lombar axial intensa que, de repente, ocorre a melhora da dor lombar axial e neste momento, passa a apresentar a dor ciática. Isto ocorre por que neste momento ocorreu a hérnia de disco (herniação) e aquele disco intervertebral que estava sensibilizado, após a saída da hérnia de disco, diminui a aferencia sensitiva. E neste mesmo momento, a hérnia de disco começa a comprimir uma raíz neural. 

- Formigamentos e perda de força na perna: Na maioria dos casos, a hérnia de disco que comprime uma raíz neural ocasiona a dor ciática, porém a raíz comprimida continua a funcionar normalmente (apesar da dor). Em alguns casos, a compressão é tão intensa que, neste momento, as fibras sensitivas e motoras param de funcionar da forma correta. O paciente então começa a sentir formigamentos (parestesias) e quando examinador por profissional competente, é detectado região de pouco ou nenhuma sensibilidade nas pernas (hipoestesia ou mesmo anestesia). Além disso, em alguns casos pode ocorrer fraqueza (paresia) de determinados grupamentos musculares dos membros inferiores (pernas). 

Por que ocorrem as hérnias de disco lombares? Quais as causas?

As hérnias de disco lombares ocorrem por uma combinação infeliz de fatores. Com o passar dos anos, o estresse nos discos intervertebrais leva a um processo denominado de "Degeneração discal", onde ocorrem fissuras e desidratação dos discos. Muitas vezes é difícil apontar para uma causa única (raros os casos que ocorrem após um traumatismo). Os principais fatores de risco (condições que predispõe ao aparecimento das hérnias de disco) são:

- Peso: Pessoas com sobrepeso ou obesidade impõe sobrecarga crônica aos discos interverbrais e desta                      forma estão mais sujeitas a hérnia de disco lombar.

- Tabagismo: Pacientes que fumam apresentam um maior risco de desenvolver hérnia de disco lombar;

- Genética: Fatores genético, que controlam entre outras coisas a qualidade do colágeno do disco intervertebral, estão altamente relacionados com as hérnias de disco lombares. 

Como previnir as hérnias de disco lombares?

Felizmente, existem certas atitudes que podem ajudar a previnir as hérnias de disco lombares. Manter um peso adequado, não fumar ou abandonar o tabagismo, manter uma boa postura e realizar atividades físicas regulares (que fortaleçam a musculatura paravertebral) são medidas que ajudam a previnir as hérnias de disco lombares. 

Consultório Vila Clementino - Rua Botucatu 591, Sala 42 | CEP 04023-060

Consultório Tatuapé - Rua Catiguá 159, Sala 1018 | CEP 03065-030

Dr Thiago Rodrigues | CRM 140571 | RQE 59016

Neurocirurgia e Clínica de Dor

Screen Shot 2021-02-04 at 15.47.40.png
011 975725770  (mensagens Whatsapp)
011 41117587 (tel fixo do consultório)
Screen Shot 2021-02-04 at 15.47.40.png